segunda-feira, 10 de junho de 2019

Nasceu Minha Poesia



Como numa lápide: Minha Felicidade.

Reguei minha dor com lágrimas,
Eis que nasceu a minha poesia!
Muda, silenciosa, cheia de pausas,
Com muitas tristezas e alegrias.

Sou muito mais  do que uma flor
Sou também Amor e esplendor,
Nada me despetala com total dor, 
Por trás de mim, está o Senhor!

2 comentários:

  1. Boa noite, Rosélia. Linda! A vida nos faz chorar e sorrir. Existem vezes em que o pranto, o desespero é maior, mas Deus está conosco ainda que não enxerguemos.
    A poesia é isso: dualidade.
    Parabéns.
    Beijos.
    Excelente fim de semana que se aproxima.

    ResponderExcluir

Deixe seu toque poético aqui.

Related Posts with Thumbnails