quinta-feira, 23 de maio de 2019

Turbilhão de Amor



Andei, andei até quase desistir ...

Entretanto ele me alcançou a sorrir...
Vales, desertos, na alma muita solidão,
Até que brotou em mim toda calma,
Valeu a pena a árdua peregrinação, 
Toda longa, sofrida, demorada espera...
Enfim, arrefecida a minha tormenta,
Degusto, atrás do caminho, a bonança...
Ei-lo imponente e majestoso 
O Amor verdadeiro e gostoso!
Passos firmes alcam voos seguros,
Não há mais chance de outros recuos...
Hoje, há em mim um Amor em turbilhão. 

2 comentários:

Deixe seu toque poético aqui.

Related Posts with Thumbnails