terça-feira, 17 de setembro de 2019

Acre Diferenciado


Imagem da querida Gracita


No Acre, quase já estive
Faltou pouco para conhecer,
Estive bem na divisa,
Por pouco, a percorrer,
A conhecer um mosteiro
Pela fé a sobreviver.

O verde predomina,
Naquele distante região, 
Estado bem ao descaso,
É de cortar o coração.
Região carente de muito,
Vejo ao léu de antemão.

Comi o pato no tucupi,
O vatapá é feito com pão,
Nunca pirarucu provei.
Ah! O bobó de camarão,
Carne de sol com macaxeira,
Tem, do látex, a extração.

Viva o Norte do Brasil!
Confundido com Nordeste,
Lá a vida é muito alegre,
Povo espanta a dor agreste,
Com muita dança no pé,
A carência é defraudada.

Sonho que por um triz realizei,
Gosto dos Estados conhecer,
Vale a pena toda cultura, 
Ela muito tem a me dizer,
Vibro de emoção com cada Estado,
Ainda tenho chão a percorrer...  






Cultura do Acre é muito parecida com a dos outros Estados da região Norte. A comida típica 


segunda-feira, 16 de setembro de 2019

As Sombras do Entardecer


Tenho muitas sombras na alma,
Até a natureza as tem em abundância.

Vale a pena uma parada mansa
Em meio aos problemas 
A me sombrearem, me assolarem
Sem dó nem compaixão
E ao meu descompassado coração.

Medito nas sombras pequenas ou grandes,
Entendo-as como muito necessárias.
Tenho algumas em minha companhia,
Numa leve melancolia.

Refresco-me, pensante, com galhardia...

Não as temo, servem para meditação,
Ao fundo da alma a serenar, elas vêm,
Não me levam ao desassossego total...

Vou bem pela sombra do entardecer,
Calmamente, contemplando-as...

Noutro dia, o sol novamente brilhará
Aquecer-me-á...
Serei aquecida totalmente,
Verei minha própria sombra,
Esquecer-me-ei da sombra ao redor.

De que me adiante esquecer de mim mesma
Se não me dedico a minimizar
minha própria falta de luz?

Dar sombra aos demais,
Na altura da minha vida,
A todos refrescar brandamente,
Com delicadeza de alma,
Ser uma copa gigante
A espalhar também muitas sementes...

Problemas, quem não os tem?
Só problemas não fica bem,
São com sombras passantes
Eles vão e vêm...


Na manhazinha, o pássaro é feliz...




quinta-feira, 12 de setembro de 2019

Atravessando Ponte da Amizade

(Portugal)
💝
💝

Querida amiga, vi a ponte ao longe, coloquei um zoon virtual e contemplei... senti-a florescer pela beleza do jardim do lugar tal e qual é a amizade:  uma ponte de aliança bela  florida.
Ponte que  une Brasil  e Portugal em Poesia...


(letra da música abaixo do poema)

Atravessando a Ponte Florida

Ser amigo é ser ponte florida 
no coração do outro.

É deitar todo carinho contido 
dentro da alma do outro.

Desejar vê-lo feliz
sem esquecer: não é seu juiz.

Ser amigo é ser ponte bonita,
o outro ultrapassa fronteiras...

Da dor, da solidão, da tristeza...
ser amigo é ser ponte florida.

O outro se perfuma na bela amizade,
ponte florida é ter zelo pelo outro.

Ao enviar carinho de todo jeito,
quer-se enviar junto o coração.

Sem medida e consequências,
é dar-se todo e inteiramente.

Sem medo de fazer o outro feliz,
como se ele fizesse parte nossa.

Ponte florida é ser amigo de verdade,
sem calcular onde dará tanto empenho.

Carinho e dedicação doa-se,
 Amor que explode no coração.

O outro se sente atravessando a vida, 
com todo amparo e segurança.

 Chamam-se para cruzar pontes floridas,
 com muito afeto entre si.

Os dois juntinhos e felizes
dão-se a mão, sem medo. 

Ultrapassam todas as pontes, 
mesmo as não tão floridas!

Um ornamenta a bela ponte, 
o outro passa se perfumando.

Alegrando seu coração,
caminhando na leveza de alma.

Inebriados por tanta emoção,
incontida no peito do fraterno.

Todo meu ser é seu...
Atravesse minha ponte!

Experimente a felicidade comigo,
Sente o perfume das minhas flores.
.
Tudo na ponte florida é seu,
Tanto a ponte florida, como eu.



Ponte, Casa e Flor

(Saulo Fernandes)


Oh! Menina cuida do jardim

Pra borboleta voltar

E não ter mais correr

E só ter tempo, de sonhar pra sempre

Menina-flor que ama o sol

Chora....quando a noite vem

E agradece o coração que tem

Ela merece tanto

Ela merece tanto

Ela é tão grande

Que nem percebeu

Que um sorriso seu

Transparece sabor particular

Ela que navega por rosas

Vermelhas raras

Ri dos beijos previsíveis

E avança o acaso

Pronta pra voar

Pelo incondicional

Ela é tão bonita

Que eles a ressuscitarão


Por isso cante menina

Que o mundo gira mais leve

E toda gente percebe

Que tens o dom de encantar

Cante que a vida é ciranda

E saia de renda é pra roda

Da vida que nasce criança

Ainda é ponte, casa e flor.

(A todos meus amigos queridos , sintam-se  ponte, casa e flor)
Related Posts with Thumbnails