segunda-feira, 2 de abril de 2018

Páscoa com Poesia





Fogo que arde em meu peito,
Inflama desde nossa existência,
Esperneia dentro do coração,
Morto, ah!  De tanta emoção...
Faminta, te procuro, incendiada,
Abro janelas e te vislumbro
Ao longe quando, afoito, vens,
Ponho-me abraçada a ti,
Na insensata compreensão
De todo dia, de toda hora,
De todos motivos, ardidos.
Meu amor fala mais alto,
É fogo que se consome,
Não tem fim, arde por ti.
Motivos são esprimidos
Oh! No dia a dia da alma,
Aquece toda cumplicidade
Que exala entre nós dois,
Na gratuidade... Ui! Queima,
Sobe aos céus, eu imploro:
Vem, me queimar, toda hora!
Coração ardente, corpo quente,
Na total incondicionalidade,
No doce apreço. Sem fim...
Chama latejante, doce calma,
Que me acalma. Tu és verdade
Em mim, no fogo que me consome.




Feliz Páscoa!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu toque poético aqui.

Related Posts with Thumbnails