segunda-feira, 14 de maio de 2018

Brincadeira de Criança (IV) Conservatória RJ


Sou sim uma eterna enamorada,
Não perco o amor bem humorado,
Antes bem do que mal acompanhada,
Já dizia minha avó muito amada.


Quiçá seja a Branca de Neve dos anões?
Eles me lembram aconchego do doce lar,
Ternura imensa e doçura ao meu paladar,
Eles ouvem bem todos meus senões...


Vivo minha vida sempre a caminhar,
Procuro, sempre, a ninguém ser pesar.
Preciso de muita ajuda. Não hesitar:
Dou um firme alô: vem me ajudar!

(Caxambu- MG)






















Paixão

Adélia Prado


De vez em quando Deus me tira a poesia.
Olho pedra, vejo pedra mesmo.
O mundo, cheio de departamentos, não é a bola bonita caminhando
solta no espaço.





Um comentário:

  1. Adorei a postagem querida amiga, maravilhosas fotos!
    Passando pra te desejar um abençoado fim de semana, beijossssss

    ResponderExcluir

Deixe seu toque poético aqui.

Related Posts with Thumbnails