segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Louvação - Republicado



Edgar Degas - Les Danseuses Bleues - 18/11

LOUVAÇÃO


Despe-me da vaidade,
Fui veste maltratada,
O pior para trás ficou,
Resta-me a nudez do meu nada.

Vi-me aniquilada,
Desejosa de Amor,
Mas, não sendo desejada,
Restou-me o Salvador.

Alegria sonhada,
Antes esquecida,
Mudastes minha vida,
Agora bem vivida.

Aquece-me e ao meu coração,
Eleva-me, em movimento, ao Céu
Sou, enfim, PURA LOUVAÇÃO!
És meu Tudo!

Minha ideia é meu pincel da Glorinha do Blog:


Um comentário:

Deixe seu toque poético aqui.

Related Posts with Thumbnails