segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Coração Pulsante



Se acaso te não conheces
Por formosa, ó minha amada,
Vai à beira de uma fonte,
E te verás retratada:
Quando, pelo sol corada,
A pastar por entre as flores
O teu rebanho levares;
Dirão estes lavradores:
-Ali veio quem faz formosa
A nossa aldeia ditosa!

(Antônio Gonçalves)

I

 
Um coração ardente e cantante...
Pulsava nele o ardor da juventude...
Soavam dele notas musicais ternas e envolventes...

II

Dele saíam sons róseos, felizes...
Harmoniosamente colocados 
Numa pauta de vida...
Traçava planos para o futuro 
Minuciosamente esculpidos...

III

Combatente!
Em forma de notas musicais 
Crescentes em harmonia...
Entendido e cheio de sabedoria 
Era esse coração frutífero...

IV

Vibrava em uníssono!
Num acorde perfeito e eloquente...
Destoava-se... 
Por pouco tempo... 
Logo retomava o seu ritmo...

V

Enfileirava-se na pauta do dia a dia,
Serenamente!
Coração perfeito, 
Donde quer chegar assim 
Tão tranquilo e pulsante?
Bate, coração!

VI

Retoma sua melodia de outrora...
Canta, coração!
Traz para si as notas destoantes 
Das ciladas armadas e incandescentes...
Encaixe-as!

VII

Harmoniosamente...
você, meu sábio, único  e melhor amigo, sabe fazer...
Se Deus é por nós, quem nos poderá abater?
Meu coração bate fortemente..


O amor não procura agradar a si mesmo,
Nem por si mesmo tem qualquer cuidado,
Mas para o outro passa a sua tranquilidade,
E constrói um céu no desespero do inferno.
(Willian Blake)




Viverei do nosso amor...



3 comentários:

  1. Maravilha de post e lindas poesias. Que bom quando temos nosso coração pulsando fortemente por amor! beijos, chica e lindo dia!

    ResponderExcluir

Deixe seu toque poético aqui.

Related Posts with Thumbnails