quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Atenção Amorosa



"Não quero amor que não saiba dominar-se, desse, como vinho espumante, que parte o copo e se entorna, perdido num instante.
Dá-me esse amor fresco e puro como a tua chuva, que abençoa a terra sequiosa, e enche as talhas do lar.
Amor que penetre até o centro da vida, e dali se estenda como seiva invisível, até os ramos da árvore da existência, e faça nascer as flores e os frutos.
 Dá-me esse amor que conserva tranquilo o coração, na plenitude da paz!"
(Rabindranath Tagore)


Há silêncio dentro da alma!
Amigos inertes na contemplação,
Amam-se no coração,
Tudo é serenidade sem medida,
Dois amigos de paixão.
Atenção!

"Minha solidão nunca esteve tão bem acompanhada".
(Clarice Lispector)





"Bem-aventurados os corações que buscam o amor em toda sua plenitude,
que não têm medo de amar, de dizer "Eu te amo", e de pagar para ver,
que encaram este furacão de sensações, este vendaval de emoções,
que chamamos intimamente de AMOR."




2 comentários:

  1. O amor requer sempre atenção, cuidado, carinho...Isso o fortalece... Lindo post! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Isto é que é amor...
    O resto são arremedos...
    Uma postagem muito bem organizada.
    Grande abraço, querida amiga.
    ~~~~~~~~~~~

    ResponderExcluir

Deixe seu toque poético aqui.

Related Posts with Thumbnails