sexta-feira, 25 de agosto de 2017

O Amor não Aceita Pausas



I

Estado de maresia,
Purificação de emoções,
Noite intensa e sem fim,
Momentos de puro
Encantamento e emoção...
Cheios de amor os beijos.

II

Calor incendeia e irradia...
Quentura em pleno inverno,
Espera doce e árdua,
Felicidade sem fim,
Belos e puros desejos...

III

Sou cativada pelo jardineiro fiel,
Uma taça de vinho para ele,
Puro suco de uva orvalhada para ela...
Muita intensidade no ar...

IV

Ânsias demasiadas,
Doces anjos de Deus,
Deus entregou a chave do coração
Um ao outro com grande compaixão,
Há um amor gratuito de ambas as partes!

V

Amor lindo, bonito e grande,
Amor feliz!
Eu o amo, nos amamos.
Ele me faz feliz, fazemo-nos felizes!
Felicidade imensa,
Cumplicidade intensa.

VI

São ambos poesia pura,
Há sabor doce nos corações
Dos amados amantes...
Entrelaçados no corpo e na alma,
Vivem pura paixão reinante
Delirante!



"Bem-aventurados os corações que buscam o amor em toda sua plenitude,
que não têm medo de amar, de dizer "Eu te amo", e de pagar para ver,
que encaram este furacão de sensações, este vendaval de emoções,
que chamamos intimamente de AMOR."

https://www.youtube.com/watch?v=b3-H_sCRxxo




3 comentários:

  1. Nada mais verdadeiro: o amor não aceita pausas ou um certo "vamos dar um tempo", aliás muito usado por uns aí que pensam que amam...
    Beijo, querida!

    ResponderExcluir
  2. Lindíssimo e emocionante.
    Beijos, querida amiga.
    ~~~~~~~~~~

    ResponderExcluir

Deixe seu toque poético aqui.

Related Posts with Thumbnails