quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Anjo de Natal



Anjo de Natal

Era uma vez um anjinho que...

Ficou pensando no que levar às pessoas no Natal
Acordou-se, evidentemente,
Que o mundo andava:

Tão desatento ao semelhante...
Tão sem generosidade... 
Tão sonso...
Tão sem amor fraterno...
Tão tímido em gentilezas sinceras...
Tão tuberculoso de afeto verdadeiro...

Que resolveu distribuir
Fraternidade...

Era uma vez um anjinho que...

Ficou pensando no que levar às pessoas no Natal
Acordou-se evidentemente,
Que o mundo andava:

Tão cheio de si...
Tão arrogante...
Tão prepotente...
Tão ganancioso...
Tão materialista...
Tão ambicioso...
Tão consumista...

Que então resolveu distribuir muita
Humildade...

Era uma vez um anjinho que...

Ficou pensando no que levar às pessoas no Natal
Acordou-se, evidentemente,
Que o mundo andava:

Tão consumista...
Tão entediado...
Tão desnorteado...
Tão cheio de futilidades...
Tão inconsequente...


Que, então, resolveu distribuir muito

Natal no coração...



3 comentários:

  1. Muito lindo! Vamos tentar ser um pouco desse Anjinho. Um pouquinho que a gente fizer, já clareira muita coisa.FELIZ NATAL!

    ResponderExcluir
  2. Lindo de viver amiga Rosélia!
    Precisamos ter um pouco desse anjinho dentro de nós.
    Feliz e Santo Natal a você extensivos aos seus familiares.
    bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  3. Muito lindo, Orvalho de Luz.
    Amiga, grande abraço natalino.
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderExcluir

Deixe seu toque poético aqui.

Related Posts with Thumbnails