quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Mudança de Etapa de Vida (Prosa Poética)



Renata tinha um cuidado extremo:
Não melindrar o coração das pessoas.
Esse seu jeito fraterno de ser 
Apelido: "docinho de coco" do seu netinho caçula.
Que Missão bonita: tornar-se mãe e avó!
Seus filhos estavam crescidos 
Ela havia ficado só. 
Sim porque seus 'meninos' vivem suas próprias vidas.
Para deixá-los livres a construírem 
Seu mundo na paz e na alegria, 
Sem que ela fosse um peso para eles.
Alugou um quarto num pensionato de religiosas 
Foi lá viver só... 
Perdia-se, diariamente, em suas recordações...
Sempre fitava muitas fotos 
Colecionava-as desde jovem quando começou a trabalhar.
O curioso é que ela era muito nova em fisionomia 
Mas tinha crescido batante em valores cultivados, 
Com lágrimas e desafios superados, 
Era desapegada a ponto de nada ter 
A não ser o seu amor retido em prontidão perene aos seus amados. 
Ah! isso não lhe faltava jamais! 
Seu coração jorrava amor.
Seu papel nesse mundo 
Ela o havia, diligentemente, aceito.
Ora por outra, lá ela estava, 
Novamente a perder-se 
Em recordações do tempo vivido junto aos seus 
Que enchiam plenamente seu coração terno, dedicado de mãe e avó.
Sendo assim, fitava as suas fotos 
Com a dor da saudade 
Mas com a alegria da Missão cumprida. 
Num misto de sentimentos diversos 
Que só lhe cabiam, 
Que mesclavam aos seus dias, 
Contristando o seu coração, 
Algumas vezes, 
Mas deixando-a com a consciência reta 
Mesmo diante de algumas acusações 
Que lhe feriam à sua alma sofrida.
Quem a conhecia, mais profundamente, 
Via nela a imagem da solidão perene 
Não entendia porque ela sempre tinha um sorriso aberto e delicado 
Mesmo quando percebiam 
Que ela nada mais tinha: mobília... exageros... supérfluos... 
Que nada!

Só muito amor no coração e solidão n'alma...

3 comentários:

  1. Belíssmo poema, Rose! O amor é o que temos de mais importante.
    Ótima semana. Beijinhos.

    ResponderExcluir
  2. Quantas vezes estamos sós mesmo rodeados de pessoas.
    Nostálgico e belo
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  3. Que poema encantador!
    Ela tinha o melhor... tinha o amor que a envolvia e a todos ela doava
    Um lindo dia amiga querida
    Beijos

    ResponderExcluir

Deixe seu toque poético aqui.

Related Posts with Thumbnails