sábado, 30 de julho de 2016

Cinderela Noite e Dia (Prosa Poética)




Uma mulher lutava por causas perdidas, 


Desconhecia a palavra recompensa em seus atos. 


Caminhava entre dúvidas internas ou externas;
Sorria e chorava, contraproducente nas alegrias e tristezas.
Cancelava sonhos em prol dos mais amados. 
Acreditava e esperava além das aparências. 


Era forte e fraca, dependendo das circunstâncias.
Caía em poços, afundava-se na lama...
Emergia pela Bondade Divina!
Perdia-se em palavras, nem todas inúteis. 
Era frágil, falante, fugaz.
Distribuía, com amor, emoções. 
Pena que se perdiam, na maioria das vezes, pelos demais.
Dava tudo de si, distribuía sorrisos, sentimentos
Nunca sentia-se desmoronada totalmente. 


Tinha Deus a embalá-la e a soerguê-la
Integrando-a como se fosse única, inteira
Uma muralha intransponível
Para mentiras, para desamor, para o não querer.
Perdoava porque amava, 
Deus a fez assim por sua herança paterna.
Tentava recuperar-se do que não parecia recuperável 
Entendia porque amava mesmo sabendo que: 


Ninguém se preocupa em compreender 


O que assemelha-se a um mistério sem fim.
Agradecia, fazia-se mister! 
Emprestava, doava, 


Ia além das medidas padronizadas, 


Até mesmo ao amor do mundo, que é tão finito.
Chorava por amor, por ser amada, por não ser.
Esperava um recomeço pois todos, 
Se não vamos por amor, vamos pela dor!
Um dia ou outro...
Apesar de: dissabores, desilusões, traições, decepções.
Conquistava e era conquistada.
Vivia, ardentemente, 
Como mulher, vivia intensamente todas fases como a lua.
Nunca esquecia o quê e a quem amava.
Sua missão é cicatrizar feridas 
Enquanto as suas iam sangrando dentro do seu peito. 


Ninguém se empenhava de vê-las. 


Era bálsamo por palavras, ao menos.
Tinha muito de princesa, 
Dizem que era especial, 


Mas, para ela, era apenas mulher/menina, 


Era flor e orvalho, 


Chorava calada, 


Sorria outro tanto num misto dentro e fora de dela. 


Tropeçava, caía, voltava, andava.
Não era mulher maravilha, 
Mas Cinderela noite e dia.

9 comentários:

  1. Uma poesia digna de aplausos.
    Bjs Rosélia.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  2. OI ROSELIA!
    UMA MULHER VERDADEIRA, COM SEUS ALTOS E BAIXOS COMO TODAS NÓS.
    BONITO DEMAIS.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Sinceramente emocionada e encantada com sua maravilhosa poesia, meus parabéns!!! abraços, ania..

    ResponderExcluir
  4. OI, ESTIVE VISITANDO SEU BLOG E ME MARAVILHEI COM SUA POSTAGEM!
    ME VISITA E SE GOSTAR , SIGA-ME!
    UM ABRAÇO!

    ResponderExcluir
  5. Que lindo Rosélia!
    ser flor e orvalho!
    e depois tornar-se Cinderela!
    uma grande vitória!

    bjs

    ResponderExcluir
  6. Uma versão espiritual(como tudo devia ser) de Cinderela. Nada de superficialidades ou banalidades,s mas de beleza interior, de evolução interna. Postando hoje o TEMA AJUDAR.

    ResponderExcluir
  7. Olá, Rosélia...bela prosa...
    bem, é fato que nossa vida é feita de situações e momentos bons e ruins, de alegrias e tristezas, facilidades e dificuldades, dores e prazeres, dependendo das circunstâncias e o que me parece nos dias de hoje, é que há sempre um grande dilema - tanto para a mulher, como para o homem- que sempre ficamos entre dois extremos: ser frágil e pedir proteção ou ser forte e proteger;mas, o importante é saber, tal como a Cinderela noite e dia já sabe, que quando nos sentirmos que podemos desmoronar , quando estamos em situações de dificuldades , lembrar que nós nunca caminhamos sozinhos e que Ele sempre estará ao nosso lado para nos soerguer.
    (seu comments: parabéns pelo níver de 7 anos do blog,e que venha mais e mais,sempre com sucesso e felicidade...em relação ao lado "cômico" de blogar>eu penso que : se fulano/sicrano/beltrano tem seu tempo,jeito, modo de blogar,tem suas prioridades, seus favoritos = cada um tem os seus , e,no meu caso, não mudarei somente por vontade/pedido alheio/a. E se este/a está se sentindo insatisfeito,que seja feliz e tenha muito sucesso...claro, longe de mim e do meu blog. Digo isso, porque (exceto talvez a primeira dezena inicial ) dentre meus quase 20 mil comentários que tenho espalhado pela blogosfera, jamais pedi isso ou aquilo para alguém)]
    Obrigado pelo carinho,até a volta , em setembro,belos dias,beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,querida Rosélia,bom dia...sim, eu tinha entendido, são justamente estes que Nunca Passam ou passam de vez e NUNCA que sempre pedem para visitar e comentar, nesse caso eu deixo mesmo falando sozinho...por outro lado, diferente , não me incomodo quando me pedem help para outras coisas, estamos aqui para ajudar...muito obrigado pelo registro de meu evento...tenha um belo dia,belos dias, beijos!

      Excluir

Deixe seu toque poético aqui.

Related Posts with Thumbnails