sábado, 3 de maio de 2014

Meu Salmo (XXIII)


Agradeço ao Senhor por seu amor
Retira-me de trevas pavorosas
Despedaça correntes e grilhões
Sua Palavra me cura
Meu coração desfalece de pavor
Cambaleio
Ele me liberta de toda angústia
Converte em grandes lagos os meus desertos
Oprimida por desgraças e aflições
Alimenta minha família
Compreendo a Bondade do Senhor.

Um comentário:

  1. Olá Rosélia, divino poema!Que assim seja. Um beijinho. Ailime

    ResponderExcluir

Deixe seu toque poético aqui.

Related Posts with Thumbnails