segunda-feira, 21 de abril de 2014

Meu Salmo (XVII)


Bendigo ao Senhor
Ó meu Deus e meu Senhor, como é grande,
Envia o seu Espírito e renasço 
Minha face se renova
Vou cantar ao Senhor Deus por toda a vida.
Salmodiar para o meu Deus enquanto existo.
Em Si confio desde a minha Juventude
É meu  apoio  desde antes que eu nascesse
Dede o seio maternal, o meu amparo
É o meu auxílio poderoso
Permite que eu sofra grandes males
Restitui-me a minha vida
Na velhice, com os meus cabelos brancos
Eu Lhe suplico, ó Deus
Não me deixe!

2 comentários:

  1. Que assim seja! Que O Senhor ouça a sua voz (Ele ouve sempre)!
    Um beijinho, Ailime

    ResponderExcluir

Deixe seu toque poético aqui.

Related Posts with Thumbnails