quarta-feira, 2 de abril de 2014

Meu Salmo (VII)


Senhor, de coração dou-Lhe graças
As suas maravilhas canto
É meu abrigo nos momentos de aflição
Teve pena e compaixão de mim
Não sou esquecida
Nem é vã a minha esperança
Viu minha dor e sofrimento
É da órfã vigilante protetor
Escuta os meus desejos
Meu coração fortalece e ouve-me
É o defensor dos meus direitos.



2 comentários:

  1. Lindo salmo,AMÉM!!bjs, lindo dia! chica

    ResponderExcluir
  2. Bonito Salmo, Rosélia!
    "Não sou esquecida
    Nem é vã a minha esperança..."

    Deus é Bom e Fiel!!!

    Beijo e um bom dia...

    ResponderExcluir

Deixe seu toque poético aqui.

Related Posts with Thumbnails