segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Menina Vaidosa ( IX )



Com pedrinhas de brilhante,
O morto e vivo aquecia-me
Dama, dominó, pega vareta,
No equilíbrio mantinha-me.
Uma curiosidade de menina,
Ao passar para a casa da vovó
Igualzinha a Chapeuzinho,
Ia com cuidado pelo caminho,
Mas passava pela plantinha
Que murchava-se ao tocá-la
Dormideira chamava-se
E eu a encantar-me permanecia...
Ah! Tempo bom, santo Deus!
Em que brincar com as Três-Marias
E a Cruzeiro do Sul,
Procurando-as no Céu.
Só ficava o receio
De no dedinho uma verruga ganhar...
No Céu a contar carneirinho,
Ir à praia que, na época, era bem limpinha;
Com um maiô de babadinho
E na mão um lindo baldinho
P'ra esbaldar com os irmãozinhos.
O bom do temporal no interior
Era o cheirinho de chuva
Que a terra exalava,
Ficava bem comportada.
Ah! Cheirinho bom danado
Da INFÂNCIA e seu sabor...

3 comentários:

  1. Que lindo!
    Me encantei com suapoesai e fiquei a relembrar da minha infância tão querida e feliz.
    Adorei amiga querida, bjs no coração.

    ResponderExcluir
  2. Tempo di vacanze per me, un felice agosto a Te...ciao

    ResponderExcluir
  3. Que ternura de poema, quantas saudades do tempo de infância.
    Boa semana
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir

Deixe seu toque poético aqui.

Related Posts with Thumbnails