sábado, 20 de julho de 2013

Menina Rechonchudinha ( III )



Fui gordinha,
Rechonchudinha...
O mingau era o meu forte
Mas meu olhar,
Isso eu não escondo.
Do meu papai herdei, por sorte!
Expressa um misto de tristeza e de ternura
E mostra profundidade
Aos holofotes...
Percebem, logo acima, que família ajeitadinha?
A mão do papai sempre ao meu lado esteve...
Ou será que não está ainda
Para a alegria minha?
A passear no Espírito Santo
A cada férias, com alegria,
Foram momentos felizes, garanto!
E minha mente já exprimia...







Um comentário:

  1. Uma linda menina, um largo sorriso abençoado por Deus :) Estamos chegando ao final de mais um Pena de Ouro, dias e dias de puro encanto mergulhando na poesia... sei que tivemos contratempos, que a blogosfera ainda é actualmente um gigante adormecido, por isso e, com mais força não desistirei jamais: O GIGANTE VAI ACORDAR, se o Brasil acordou (acho kkkkkkkk) pq a blogosfera não vai acordar? Quero também agradecer a confiança depositada em nossa “brincadeira” quando me deste a permissão de levar teu escrito poético para ondas através do meu Ostra, isso vale ouro e faz meu coração vibrar. Estamos na semifinal e a meia noite de sábado (20/jul) se encerra a votação, já no domingo teremos a festa de encerramento e anunciaremos as finalistas... Queria contar contigo Roselia neste momento e, se ainda não votou nesta fase, vai lá ... Sei que perceberá que esta mensagem é um spam, e é kkkkkkkkk a escrevi no word para todos os poetas e poetisas que participaram deste meu Pena e aqui no teu cantinho nauta estou colando... E Como sempre digo sobre o agradecimento a amizade: DEGUSTO A TUA PARTICIPAÇÃO E AMIZADE COMO UM BOM VINHO... Tim Tim!! Beijos no coração...

    ResponderExcluir

Deixe seu toque poético aqui.

Related Posts with Thumbnails