sexta-feira, 26 de julho de 2013

Flores para nós pelo Dom da minha vida


A DOCE ARTE DE SER VOVÓ
X
A BELEZA DOS MEUS QUASE 60 ANOS


MEUS OLHOS
Pisados,
Cansados
De muitas lágrimas,
De muito perdão,
Profundos e mansos,
Já viram muito,
Nada espanta-os.
De compaixão,
De paciência,
De mansidão...



MEUS LÁBIOS

Lábios pequenos,
Abertos sorrisos,
Vindos de dentro,
Tão ternos...
De compreensão,
De alegria,
De tristeza,
De amor,
De nostalgia,
Sempre a esperar...

MINHAS MÃOS

Delgadas,
Leves,
Não sustentam,
Caem, não mais...
Desprendidas,
Marta e Maria,
Juntas, oram
Dia pós dia,
Rezam, não mais...



MINHA SOLIDÃO INTERIOR
A vida ma impôs,
Recebi-a
Entendi-a...
Infeliz solidão!
Gastei-me,
Fiquei transparente,
Sou quase visão...

"Cada idade da vida tem a sua juventude". 
(Balzac)

3 comentários:

  1. A vida, um presente que agradecemos a cada amanhecer. A beleza da experiência é muito especial. Há luz e transparência no olhar. Há gentileza do comportamento. E sempre, a esperança. Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Que lindo tudo!

    Cada idade tem sua juventude mesmo, a dor e a doçura de ser o que se é, viver o que se viveu e o que ainda se tem para viver.

    Feliz dia dos avós, com as bençãos de Santa Ana e São Joaquim e parabéns pelos 60, com direito e aconchego de colinho de Maria e muitas alegrias.

    ResponderExcluir

Deixe seu toque poético aqui.

Related Posts with Thumbnails