sexta-feira, 14 de junho de 2013

Meu eu Real - IV



Tenho rigor de atenção,
Não sou dada à adrenalina,
Pulsão e interesse demasiado,
Refugio-me em meus pensamentos,
Procuro entender o que está acontecendo,
Caminhar faz-me pontuar,
Quando estou no corpo ou na mente...
Luto ou fujo!
Subestimo o romance,
Apoio, devotadamente,
O "nós contra o mundo".
Necessito de garantias,
Estabilidade interior,
Auto sacrifico-me.
Meu olhar divaga no horizonte,
Não me  deixo levar por glamour...


5 comentários:

  1. Oi querida,
    Você é uma fortaleza de mulher
    Parabéns
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  2. Olá Roselia! A vida, vivida em respiração ofegante, não deixa espaço para sentirmos os perfumes que só a respiração calma favorece...os amores serenos, profundos, que por si só garantem a lealdade, tanta falta fazem em meio às ficadas fugidias...belíssimos pensamentos o seu poema traz!
    Um abração, feliz fim de semana!

    Bíndi e Ghost

    ResponderExcluir
  3. Rosélia, querida!
    Suas poesias e pensamentos são lindos!Adorei!!
    Beijos e um lindo fenal de semana!
    Amara

    ResponderExcluir
  4. É bom saber viver, minha amiga. Temos que caminhar dentro de nossos limites, observar o que é belo, enriquecer o interior e não dar importância às aparências. Bjs.

    ResponderExcluir
  5. Palavras tão belas que me faz reanimar
    para que a poesia entre como doce na minha vida.

    Beijos

    ResponderExcluir

Deixe seu toque poético aqui.

Related Posts with Thumbnails