sábado, 1 de junho de 2013

Buscando a Cristo - Gregório de Matos





A vós correndo vou, braços sagrados,
Nessa cruz sacrossanta descobertos,
Que, para receber-me, estais abertos,
É, por não castigar-me, estais curvado.

A vós, divinos olhos, eclipsados
De tanto sangue e lágrimas abertos,
Pois para perdoar-me, estais despertos,
E, por não condenar-me, estais fechados.

A vós, pregados pés, por não deixar-me,
A vós, sangue vertido, para ungir-me,
A vós, cabeça baixa, para chamar-me.

A vós, lado patente, quero unir-me,
A vós, cravos preciosos, quero atar-me,
Para ficar unido, atado e firme.

3 comentários:

  1. Bom dia ... bom fim de semana

    Bonito blogue onde a harmonia das palavras se enlaça em frases perfeitas. Poema lindíssimo. Gostei de ver e ler. Parabéns.

    Gostava que visitassem e, querendo, se fizessem seguidos/as. Fica o meu agradecimento. Obrigado.

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

    Deixo cumprimentos

    ResponderExcluir
  2. Lindo ,Rosélia! Voltando aos blogs, beijos,chica

    ResponderExcluir

Deixe seu toque poético aqui.

Related Posts with Thumbnails