terça-feira, 25 de setembro de 2012

Pobre velha música - Fernando Pessoa




Pobre velha música!
Não sei por que agrado, 
Enche-se de lágrimas 
Meu olhar parado.

Recordo outro ouvir-te, 
Não sei se te ouvi
Nessa minha infância
Que me lembra em ti.

Com que ânsia tão raiva
Quero aquele outrora! 
E eu era feliz? Não sei:
Fui-o outrora agora. 

(Fernando Pessoa, in "Cancioneiro")


3 comentários:

  1. Boa noite, Orvalhinho!
    Que delícia, terminar a noite lendo coisa bonita de Fernando Pessoa!
    E você, como vai?
    um forte abraço, carioca


    ResponderExcluir
  2. Passado! E, depois, a recordação de certos momentos...
    [ ] Célia.

    ResponderExcluir

Deixe seu toque poético aqui.

Related Posts with Thumbnails