quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Deserto x Desertos (I)


Deserto x desertos

Silêncio, imensidão, vento abrasador,
Sede, miragens, escorpiões,
Encontro de mim mesma...
Desertos de pedras, desertos de areia,
Alhures,
Conduz-me a mim mesma...
Desertos interiores,
Dolorosos, tórridos,
Fonte escondida, oásis...
Presença inesperada,
Lugar de passagem,
Lugar de travessia,
Deserto no próprio corpo,
Envelhecer, adoecer, sofrer...
Deserto no coração,
Deserto no desejo,
Deserto no amor,
Deserto das secas,
Deserto dos aborrecimentos,
Desertos da inteligência,
Desertos da fé...


4 comentários:

  1. OLÁ, COLEGA ROSÉLIA! MUITO GRATA PELAS GENTIS PALAVRAS EM MEU BLOG. AGRADEÇO TAMBÉM POR TER SE TORNADO MINHA SEGUIDORA!!
    TEUS BLOGS SÃO INSPIRADORES TAMBÉM. TAMBÉM ESTOU A TE SEGUIR. TENHA UMA LINDA SEXTA!!

    ResponderExcluir
  2. Rosélia não há atrevimento nenhum em se projetar como poeta, você é poeta da vida, de Deus, da palavra, que conforta, incentiva e agrega. Amei tudo isto! Beijos.

    ResponderExcluir
  3. nossos desertos...tão incertos.Buscas contínuas...
    palavras são assim...tem o poder de nos fazer sonhar...refletir...voar.
    Obrigada por suas palavras e visita ao meu Blog.
    parabens pelo seu trabalho !!...muito criativo tudo e lindas as palavras.
    Um abração
    Nina

    ResponderExcluir
  4. Olá,Rosélia!!

    Bela e forte poesia!
    Este deserto que podemos carregar conosco é o pior...não podemos viver sem fá,amor e esperança.
    Beijos!

    ResponderExcluir

Deixe seu toque poético aqui.

Related Posts with Thumbnails