domingo, 24 de junho de 2012

SEMENTE DE FEIJÃO



Sozinha nada faço.
Alimento,
Transformo,
Germino,
Cresço,
Cultivo a fé, o amor,
Produzo bons frutos,
Desapareço...
Sou semente pequena como o feijão...
Semeio atos e generosidade,
Liberto o embrião,
Perfumo,
Descanso,
Mudo de vida,
Renasço!

7 comentários:

  1. Semear generosidade e colher o amor.
    Linda poesia Roselia.
    Uma noite de bençãos e paz pra ti.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Linda poesia, profunda!!beijos,chica

    ResponderExcluir
  3. E tudo isto é força de Deus. Ele nos promete sermos fortes em sua fortaleza.
    Gostei do teu Semear feijão.
    Abração.

    ResponderExcluir
  4. "Sozinha nada faço"... uma filosofia de vida sensacional! Feliz quem atinge tal estágio!
    [] Célia.

    ResponderExcluir
  5. Lindissimo poema, minha amiga. Que sejamos todos pequenas sementes de feijão.
    Bom domingo e uma semana maravilhosoa.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  6. Passando para deixar meu abraço e carinho a este espaço que sempre nos encanta!!!
    Lindo domingo, menina Orvalho

    ResponderExcluir
  7. Que sejamos sempre uma semente, pois assim poderemos colher mais tarde...
    Paz e bem

    ResponderExcluir

Deixe seu toque poético aqui.

Related Posts with Thumbnails