domingo, 27 de maio de 2012

UMA SIMPLES MULHER



Uma simples mulher,
Nascida numa rua qualquer,
Num bairro qualquer,
Num lugar qualquer,
Como todas as Marias...

Era cor de rosa na alma,
Mulher no íntimo,
Feminina na essência,
Parecia atrevida...
Tinham-na como uma corajosa invejável...

Parecia enfrentar o impossível,
Sem embargo, por dentro, era tímida,
Insegura, frágil, meiga,
Entretanto ganhava a coragem 
Que só o amor podia dar-lhe...


R evivia
O fuscava
S orria
A mava






Um comentário:

  1. Amei, Rosélia, amei! Simples direta como as Marias. Beijão!

    ResponderExcluir

Deixe seu toque poético aqui.

Related Posts with Thumbnails