domingo, 5 de dezembro de 2010

LEI MARIA DA PENHA





Ele, homem,


Ela, mulher.

Clima tenso...

Ele, homem,

Ela, mulher.

Contestações,

Brigas constantes,

Criar raizes?

Sem tempo!

Brigas violentas,

Amor doentio,

Loucura em paixão.

Família aflita

De notícias a espera,

Em desespero...

Susto e mais susto!

Final feliz?

Só Deus sabe!



18 comentários:

  1. Olá!! Eu gostei da homenagem para a nossa amiga e vi no blog do livro dela. seja mto bem-vinda à nossa blogagem coletiva do dia 10. Bjus e uma semana iluminada!

    ResponderExcluir
  2. Poema de grande verdade, Rosélia. Parabéns a você e à She pelo livro. Um grande beijo, boa noite :)

    ResponderExcluir
  3. Ahh!!
    Homenagem a nossa amiga Sheilhinha...
    Tá de parabéns!
    Ela e vc também amiga...
    Ficou lindo o poema com as coordenadas do livro da She.

    Perfeito!

    Uma linda semana para ti.
    Felicidades mil...
    Bjos!

    ResponderExcluir
  4. Essa lei arrepia. Pensar que maria da Penha teve que sofrer tudo que sofreu para que o Congresso aprovasse essa lei que ainda é muito branda perto dos crimes que as mulheres são vítimas.
    Qunats "Marias" sofridas em mãos de homens por ai....

    Obrigada pela sua visita em meu blog...de olho aqui....rs

    beijos

    ResponderExcluir
  5. minha linda ,eu adoro a sua amizade seu carinho seu jeito doce,que blog seu devo linkar

    ResponderExcluir
  6. Mais uma vez temos o prazer de convidar os nossos amigos para participar de nosso Concurso Literário. Nosso maior objetivo é a interação e levá-los a se inspirar e a expressar através das palavras o que o momento despertar em seu coração. Então em nome do Amor e da Caridade, estamos lançando o nosso: 2º Concurso Literário – Tema: Então é Natal...
    Contamos com a sua presença!
    Um abraço carinhoso

    ResponderExcluir
  7. A paixão é algo vampiresco, um procura sugar o outro para si de maneira até doentia.
    Por isso eu escrevo sempre sobre o tema:

    Escrevi um texto sobre Ritual de Paixão (Amor Vampiro) se quiserem ler, de uma expiada, bjs e bom dia.

    ResponderExcluir
  8. Oi vim te dar um abraço!
    E bela mensagem vc deu nesta postagem!
    Lindo poema este da Rosélia!
    Beijos e abração!

    ResponderExcluir
  9. Oi amiga, que gosotoso sua visita, e seu post gostei, aliás este seu cantinho é tudo de bom, amiga se quizer deixar uma frase lá no Harmonia, assim posso fazer no dia da confraternização colocar seu nome na frase e seu link.
    beijos
    com carinho
    Hana

    ResponderExcluir
  10. Oi amiga,
    Sempre bom lembrar a Lei Maria da Penha.
    Seu poema e sua HOMENAGEM A SHE adoça nosso coração.

    Te deixo beijos e o desejo de
    um dia de paz e luz.

    ResponderExcluir
  11. Roselia,uma triste mas verdadeira poesia,onde a mulher infelizmente ainda é muito escravizada por alguns homens!Parabéns!Bjs,

    ResponderExcluir
  12. vc é o carinho de DEUS em minah vida adoro quando chegas!!! bjsssssss!

    ResponderExcluir
  13. Que bonito esse poema, um tema forte e importante. Obrigada pela presença no FOTOS. Uma boa noite. Um abraço!

    ResponderExcluir
  14. Uma bela postagem, um enfoque inteligente e sempre atual, p´ra vc bjos, bjos e bjossssssssss

    ResponderExcluir
  15. Minha flor deixei um carinho pra vc em meu blog, espero que goste!!
    beijosss
    Hana

    ResponderExcluir
  16. Ei minha Linda, vi na lista de participações da Blogagem de hj que vc estaria participando com esse Blog aqui falando tb do amor... :( Volto mais tarde!

    Aí tive a bela surpresa de novamente ler essa linda poesia que vc fez com as passagens de meu Cabra Cega, amei poder reler, e a surpresa de tê-lo tb por aqui...

    Beijo, beijo em seu coração! ;)
    She

    ResponderExcluir
  17. É incrivel como essa é situação de tantas e tanta mulheres mundo a fora... Enfim, vale não nos calar-mos, a She falou, vc falou e continuemos falando até que um dia esse tipo de situação seja uma doença curada!!!

    ResponderExcluir
  18. espiritual-poesia:lei maria da p...18 de dezembro de 2010 09:25

    Poesia em homenagem a mulher
    Autor poeta
    Raimundo Nonato da Silva

    Todo mulher é bonita
    Por dentro e também por fora
    Minha homenagem à mulher
    Eu quero fazer agora
    No dia oito de março
    Sua data se comemora
    Por isso eu tiro o chapéu
    Pra senhorita e senhora

    A mulher é nossa mãe
    É filha irmã e neta
    Tia sobrinha e avó
    Musa e miss completa
    Namorada noiva esposa
    Minha jóia predileta
    E quando não é amiga
    É amada do poeta

    Eu respeito à mulher loira
    A preta branca ou morena
    Gosto da gorda e da magra
    Pode ser grande ou pequena
    Em jornal filme e novela
    Ela é quem enfeita a sena
    Quando eu vejo mulher triste
    Começo chorar com pena

    Vejo princesa e rainha
    Que estão no abandono
    Mulher lida sem carinho
    Que perde noites de sono
    Que ser princesa e rainha
    De um príncipe e rei sem trono
    Venha ser a dona minha
    Deixe Deus ser nosso dono

    A mulher é para mim
    Uma pedra preciosa
    Que tem brilho de estrela
    E é linda como uma rosa
    Fico feliz quando vejo
    Mulher bem feita e charmosa
    E gosto de fazer dengo
    Quando a mulher é fogosa

    Alguém diz que em mulher
    Não se bate nem com uma flor
    Nem com dedo e nem com a mão
    Pra ela não sentir dor
    Não sei bater em mulher
    Só dou carinho e amor
    Beijo abraço etc.
    De baixo do cobertor

    Dou nota dez pra mulher
    Essência de odor profundo
    E o titulo oitava
    Maravilha deste mundo
    Se Deus fizesse outra Eva
    Da costela de Raimundo
    Já que não fui o primeiro
    Seria o Adão segundo

    Alei Maria da Penha
    Não é uma lei aléia
    Mas, tem homem que confunde
    A palavra penha com peia
    E quem bater em mulher
    Tem que ir para a cadeia
    Quem bate em mulher não presta
    Eu acho uma coisa feia

    ResponderExcluir

Deixe seu toque poético aqui.

Related Posts with Thumbnails