domingo, 31 de outubro de 2010

SAUDADE




Do passado não tive SAUDADE,
Ficava a entender o porquê

No presente voltei a viver e a SAUDADE ter.

Do futuro, SAUDADE preceder,

Atemporal... por quê?


Pescar sonhos, de sentido à vida encher,
Metas traçadas e alcançadas,
SAUDADE imposta, mas vidas gratificadas,
Ter para quem voltar e o vazio preencher.

Nas partidas e retornos... das idas e vindas... SAUDADE ter,
Pescar sem "aposentar-me",
Pescar a vontade de amar,
Sem deixar a rede esvaziar,
Da fidelidade de Deus nunca esquecer-me.

Viver a encantar, sem deixar um só pôr do sol de apreciar,
De carinho e ternura deixar o coração arrebentar...
Da SAUDADE pela noite acompanhar-me
Ser sal e luz: diferenciar!



Com muita saudade, ofereço esse post ao meu pai e poeta na essência do seu ser amoroso, em memória... Haveria de gostar de lê-lo se vivo estivesse.

9 comentários:

  1. Uma belíssima homenagem, sem dúvida!
    E na saudade ora nos preenchemos, ora nos esvaziamos, pois se ela nos toca é porque valeu a pena semeá-la nos momentos vividos, onde agora se colhem com sorrisos, lágrimas, lembranças...

    Gostei de aqui estar!
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  2. Lindíssimo poema...
    Palavras saudosas.
    Lembranças que cultivamos ao longo do caminhar...
    Amei!!

    Uma linda semana de paz amiga.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Que lindo poema Rosélia!
    Gosto muito do que escreve... ser sal e luz... diferenciar!
    Beijos em teu coração!

    ResponderExcluir
  4. Olá!!Ficou tudo lindo por aqui...a imagem, a poesia, a homenagem! Eu gosto de saudade...bjus

    ResponderExcluir
  5. Roselia,uma homenagem carinhosa e comovente!A saudade pode ser dolorida,mas tb é doce!Linda sua poesia!bjs,

    ResponderExcluir
  6. Oi amiga...que lindo poema...linda homenagem....adoro te visitar e encontrar tanta sensibilidade...fique com Deus!!!
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  7. Rosélia, minha linda!
    Uma homenagem comovente e bela, amiga!
    Beijos, muitos!

    ResponderExcluir
  8. Muito linda a poesia e gostosa saudade.
    Como diz a música de Nelsinho Correia:
    Só se tem saudade do que é bom...
    Então é isso mesmo.Saudade só e sempre do que é bom.
    Beijos
    Teca

    ResponderExcluir
  9. Olá

    Procurei em todos os seus blogues e como não encontrei a sua postagem sobre The Rose Garden, deixei aqui este comentário de agradecimento.

    Gostei muito do poema e a forma como se expressa, com delicadeza e serenidade.

    Beijos

    António

    ResponderExcluir

Deixe seu toque poético aqui.

Related Posts with Thumbnails